Translate...

16 de julho de 2013

Week 27...

E mais uma semana mais uma voltinha... Esta semana parece que passou a correr (na verdade parece que agora o tempo passa a correr...) tenho para mim que já deve ser um bocadinho da ansiedade do parte e de ter nos meus braços o nosso feijão...

Assim de repente parece que todo o mundo em geral se tornou expert em maternidade. Porque comigo foi assim, porque tens que fazer assado, porque ele vai ser assim, porque ele vai fazer asado... O que raio... Uma coisa é ajudar outra coisa é dar palpites e mandar bitaites!!! Já não chega todos os receios do mundo que os pais têm ainda tem que aturar estas coisas sempre de cara alegre... fonix... Confesso que já me está a começar a faltar a paciência.   Não sou especialista, não sei como vai ser, mas acredito que cada um é como cada qual e que no fim de contas se tem que respeitar os pais mesmo que no fim eles batam com a cabeça na parede (até porque é assim que se aprende...digo eu...).

Credits Perestrella Handcrafted
Adiante... 
Apesar de as minhas costas estarem definitivamente a dar si, não resisto e tenho feito umas coisinhas para o meu feijão. Não sei se vou fazer tudo o que tinha planeado mas vou entrecalando umas coseduras na máquina com umas esticadelas no sofá!

Entretanto aproveitamos mais um fim de semana para mais uma voltinha pelas lojas (há que aproveitar os saldos...). Já tenho as coisas quase orientadas... mas saliento o QUASE! Apesar de ser uma privilegiada porque o nosso feijão herdou algumas coisas de familiares e amigos, ainda assim tivemos (e teremos) que comprar muitas outras mais. O que me revolta é o facto de no geral (os tais expert's em maternidade...) me gritarem aos ouvidos - Oh não compres isso ou aquilo que a família e/ou amigos depois oferece!!! Então mas a criança nasce e fica nuzinha em casa à espera que os tais familiares e amigos lhe compre roupa e toda uma parafernália de acessórios de higiene a afim que são necessários?

Eu não quero parecer ingrata até porque como já referi, somos uns pais cheios de sorte e herdamos algumas coisas de familiares e amigos, e já recebemos uma série de presentes para o nosso feijão. Mas existe uma série de coisas - o dito enxoval - que se tem que ter em casa para as primeiras impressões, que é como quem diz para as primeiras semanas... Não, não vou comprar resmas e resmas de roupa até porque SEI BEM que por mais fofinhas que sejam lhe vão deixar de servir num instante e é um desperdício de dinheiro, mas a verdade é que um recém nascido não veste uma muda de roupa por dia, nem anda com umas calças de ganga uma semana inteira (como disse tão bem o meu homem...). Há-de haver muito cocó e muito xixi espalhado por fora da fralda, e nem vale a pena sonhar muito alto com isto e acreditar em muitos baby blog's que só mostram o glamor da coisa...

A verdade é que os primeiros dias serão com certeza caóticos: se ele só mudar de roupa três vezes ao dia já me sinto satisfeita, se ele só sujar uns lençóis da alcofa por semana (you wish...) até deito foguetes. Além disso por ser um pilas está teoricamente mais que provado de que há-de haver muito repuxo (de xixi) artístico aquando da muda das fraldas o que só vai ajudar a coisa. Não tenho máquina de secar, a criatura o feijão nasce em Outubro e não sei se o tempo vai ajudar a secar a roupa. Já falamos entre os dois e sobre isto sentimos exactamente a mesma coisa, temos que estar preparados para as primeiras semanas e não vale a pena estar a contar como ovo no cu da galinha... Eu para mim até quase que comparo (e reforço a ideia de quase...) esta ideia de a família e/ou amigos depois oferece com a ideia de estar à espera que o dinheiro que se recebe nos casamentos sirva para se pagar todas as despesas que se têm com o mesmo (keep on dreaming...).

Credits babycenter.com

4 comentários:

Angela disse...

Acho que a unica vantagem que estou a encontrar em estar longe da familia e amigos e precisamente o facto de nao ter que estar constantemente a levar com essa resma de conselhos e "historias veridicas"! E porque a mim aconteceu assim, e a prima da vizinha aconteceu assado... poooohhhh!!
A maior parte das pessoas tem a melhor das intencoes mas as vezes e demais.
Ha tempos ate ouvi de uma colega de trabalho para nao me esquecer de lavar todas as roupas do bebe antes de serem usadas. Senti-me um bocado a ser tratada como uma imbecil - fosgasse, mas nem para mim se uso uma peca nova sem passa-la primeiro por agua!
E isso de contar com o ovo no cu da galinha, realmente... sou mais adepta do mais vale prevenir do que depois ter que ir a correr pra loja comprar ;)

Bjokas para ti e pra barriguinha!

Carolina Mendonça disse...

Esse da roupa tem a sua graça... Será que os holandeses vestem a roupa logo que a compram sem a lavar? Se calhar sim ;)

Nós nunca fomos mães mas tb não somos burras... Erros iremos cometer de certeza mas faz parte!!!
Noutro dia, sobre o nome da criança, que todo o mundo em geral quer que seja assim ou assado ou cozido, o Bruno (que se passa mais da cabeça que eu com comentários estúpidos, sendo que eu basicamente digo que sim a tudo na esperança de se calarem...) já respondeu mais à bruto do género: Fod****, se queres um filho para por um nome faz um!!!

O que eu me rir com esta, mas parece que nem assim as pessoas se enxergam... Enfim...

De resto está tudo bem e isso é o que importa. Espero que ctg e com a tua Maria tb.

Beijinhos grandes

Angela disse...

Sim, todos dar a sua opiniao e muitos ate querem impo-la.

E por falar em nomes, tambem tive o caso duma outra colega que e das Filipinas (muito catolica) e me disse muito seria (e quase desesperada) que a bebe nao podia se chamar apenas Maria; tinha que ter um outro nome proprio porque Maria e um nome sagrado e, mais tarde, ela nao ia poder, por exemplo, praguejar por ter um nome sagrado!

Sim, esta tudo bem connosco - apenas sofrendo um pouco com o calor mas tambem e bom ter Verao ;)

Carolina Mendonça disse...

Sério???
Tenho que ir contar esta ao Bruno...
É que se o nosso feijão fosse menina tb seria Maria, e uma vez até nos perguntaram Maria quê, ao que respondemos, SÓ MARIA, mas sem essa explicação...
Tá tudo doido...

O calor é chato, mas com ainda assim acho que prefiro o Verão e o Sol ;)

Beijinhos