Translate...

15 de julho de 2009

PORTO x LEIXÕES


15 de Julho
FC Porto - Leixões

Integrados no plano de pré-temporada do FC Porto, o desafio contra Leixões realiza-se a 15 deste mês, com hora marcada para as 21h15. O encontro frente à equipa de Matosinhos cumpre-se no Estádio de Aveiro.

EU VOU!!!

Um cromeleque em Manhattan

Credits Mike Segar/Reuters
Acontece duas vezes por ano e o astrofísico Neil deGrasse chamou-lhe "Manhattanhenge", como se os edifícios empresariais da ilha nova-iorquina fossem um cromeleque, disposto em alinhamento com o pôr do Sol. Ontem o astro-rei alinhou mais uma voz com o fundo da rua 42, provocando este espectáculo natural no meio do betão.

14 de julho de 2009

Transformers - Retaliação

Título Original: Transformers: Revenge of the Fallen
Classificação: M12
País: Estados Unidos
Ano: 2009
Género: Acção/Aventura
Duração: 143m
Realização: Michael Bay
Intérpretes: John Turturro, Rainn Wilson, Shia LaBeouf, Megan Fox
Argumento: Alex Kurtzman, Ehren Kruger


Resumo: A extraordinária saga dos Transformers – seres gigantes de um planeta distante que se sentem forçados a camuflar a sua verdadeira identidade sob a forma de automóveis, aviões e inúmeros outros aparelhos electrónicos, no planeta Terra. Presos numa batalha por uma fonte de energia escondida no nosso planeta, os pacíficos Autobots lutam contra os cruéis Decepticons, determinados em dominar o Universo apoiando-se na sua superior tecnología. Fundamentais no desenrolar da história são Sam e Mikaela, dois estudantes do secundário, que, inconscientemente, detêm a chave da fonte de energia, tão cobiçada pelos Transformers.

7 de julho de 2009

O adeus de um Rei...

Credits Mario Anzuoni/Reuters
À porta do Staples Center, em Los Angeles, onde hoje decorre uma cerimónia de homenagem a Michael Jackson, continuam várias centenas de fãs do cantor. O tributo tem acesso limitado, mas muitos admiradores do músico mantêm-se firmes no local, na esperança de poderem participar no último adeus ao “rei do pop”.

O Puto Maravilha...

Credits Juan Medina/Reuters
A holofotes do estádio Santiago Bernabéu acenderam-se para Cristiano Ronaldo, a nova estrela do Real Madrid que representa a mais cara contratação de sempre da história do futebol (94 milhões de euros). Hoje, o jogador português bateu outro recorde: levou 80 mil adeptos do Real ao estádio apenas para o ver e ouvir durante uns minutos.


Arte de Roubar

Fui o meu serão de ontem...
Um filme português, falado em inglês, ao estilo do Quentin Tarantino... Foi um fartote de rir!


Título Original: Arte de Roubar
Classificação: M12
País: Portugal
Ano: 2008
Género: Comédia
Duração: 118m
Intérpretes: Ivo Canelas, Nicolau Breyner, Flora Martínez, Soraia Chaves, Enrique Arce
Argumento: João Quadros
Realização: Leonel Vieira


Resumo: Chico e Fuentes são dois amigos que vivem de pequenos roubos, golpes e contos do vigário. Uma vez que já estão “queimados” por terra do Tio Sam decidem vir para a Europa em busca do golpe perfeito. Portugal é o local perfeito devido às raízes lusas de Chico. Já em Portugal os dois amigos são contactados por um velho e estranho Mordomo, Augusto, que os contrata para assaltar uma Herdade. Herdade essa que pertencente a uma Condessa para quem ele trabalha há mais de trinta e cinco anos. Mas os “nossos heróis” vão descobrir, talvez demasiado tarde, que a Condessa e o Mordomo são amantes sádicos que se divertem a matar ladrões que tentam assaltar a Herdade.

6 de julho de 2009

The Reader...

Foi o último que vi. Muito bom, muito bom mesmo!

Título Original: The Reader
Classificação: M16
País: Estados Unidos
Ano: 2008
Género: Thriller
Duração: 123m
Intérpretes: Kate Winslet, Jeanette Hain, Ralph Fiennes, David Kross
Realização: Stephen Daldry
Argumento: David Hare


Resumo: Na Alemanha pós- Segunda Grande Guerra Mundial o adolescente Michael Berg está doente, sente-se mal no meio da rua e é ajudado por Hanna, uma estranha com o dobro da sua idade. Michael recupera entretanto da escarlatina e vai à procura de Hanna para agradecer. Ambos são rapidamente arrastados para um apaixonado mas secreto caso amoroso. Michael descobre que Hanna adora que leiam para ela e a relação física entre eles intensifica-se. Hanna deixa-se cativar à medida que Michael lhe lê "A Odisseia", "Huck Finn" e "A Dama do Cachorrinho". Apesar da intensa relação entre eles, um dia Hanna desaparece misteriosamente e Michael fica confuso e de coração partido. Oito anos depois, Michael é um estudante de direito que observa julgamentos de alguns nazis e fica estupefacto ao ver Hanna sentada no banco dos réus. À medida que o passado de Hanna é revelado, Michael desvenda um grande segredo que irá ter impacto na vida de ambos.


26 de junho de 2009

A Pop perdeu um REI

Michael Jackson, o “Rei da Pop”, morreu aos 50 anos, vítima de uma paragem cardíaca. Ao início da tarde de ontem (horário da Califórnia) os serviços de emergência médica foram chamados à sua residência para socorrer o cantor, aparentemente em paragem respiratória — poucas horas mais tarde, já a partir do hospital universitário UCLA, para onde foi transportado, surgia a confirmação da morte.

Aparentemente, o músico terá sofrido um colapso em casa. Foi socorrido por uma equipa de paramédicos, que o encontraram sem pulso e não lograram reanimá-lo. Segundo as autoridades, chegou ao hospital em estado de coma profundo e foi pronunciado morto. Desconhece-se qual seria o seu estado de saúde antes do episódio fatal. Uma autópsia foi já marcada e deverá ocorrer ainda na sexta-feira.

A música de Michael Jackson marcou de forma indelével os anos 80 e influenciou toda uma geração de músicos. O seu álbum “Thriller”, lançado em 1982, é um ícone da música pop e continua a ser o disco mais vendido da história da música. E os vídeos que acompanharam os seus sucessos transformaram a indústria, abrindo a porta ao sucesso dos canais televisivos musicais como a MTV.

A carreira de Michael começou precocemente, acompanhando os seus irmãos no bem sucedido grupo “Jackson 5” logo aos cinco anos de idade. A sua canção “I want you back” está entre as melhores melodias da pop. Aos treze anos, e enquanto ainda actuava com os irmãos, iniciou a carreira a solo.
Depois de se rebelar contra a Motown, aos 17 anos, Michael enveredou para um som disco. Era a transição para a idade adulta e para a independência — com Quincy Jones como produtor, “Don’t Stop ‘Til You Get Enough” projectou Jackson para o topo das tabelas.

Com “Thriller” — o disco mais vendido da tabela americana durante 37 semanas consecutivas — e “Bad” tornou-se o músico mais famoso do mundo.

Michael Jackson foi por duas vezes reconhecido no “Rock’n Roll Hall of Fame” e venceu 13 Grammys. O seu trabalho humanitário — foi o responsável pelo “single” de ajuda a África “We Are the World” — foi reconhecido pelo Presidente Ronald Reagan.

Tão espectacular como o seu fulgurante sucesso foi o seu colapso: há doze anos que Jackson se mantinha afastado dos palcos.

A sua vida quotidiana, misteriosa e excêntrica, foi motivo de especulação durante décadas — alegadamente, Jackson dormia numa câmara de oxigénio, tratava o chimpanzee Bubbles como seu filho e queria transformar o seu rosto numa cópia do de Diana Ross, que idolatrava. O músico morava em reclusão num rancho chamado “Neverland”, uma propriedade de dez quilómetros quadrados que mais parecia um parque de diversões — e que esteve recentemente em hasta pública.

A sexualidade de Jackson também sempre foi motivo de especulação. O músico casou por duas vezes: a primeira das quais com Lisa Marie Presley, a filha de Elvis, o “Rei do Rock n’ Roll”, e depois com a sua enfermeira Deborah Rowe, mãe dos seus dois filhos mais velhos. A identidade da mãe do seu terceiro filho não é conhecida.

Os filhos, sempre escondidos das objectivas dos paparazzi por densos véus de cores escuras têm 12, 11 e seis anos e nomes bizarros: Prince Michael Joseph Jackson Jr, Paris Michael Katherine Jackson e Prince Blanket Michael Jackson II.

Michael Jackson admitiu publicamente ter-se submetido a várias cirurgias plásticas e ter lutado contra dependências de comprimidos e estupefacientes. Um controverso documentário realizado pela britânica Granada Television, em 2003, deixava implícitos vários casos de abuso sexual de meninos que Jackson acolhia no seu rancho e dormiam na sua cama.

Um desses casos chegou a tribunal: em 2005, Michael Jackson foi acusado de abusar de um menino de 13 anos e julgado pelo crime de pedofilia num mediático processo, no qual terminou absolvido. Depois disso, o cantor retirou-se dos Estados Unidos e foi viver para o Bahrain. Passou tempo na Irlanda e França e no passado mês de Maio, regressou a Los Angeles.

Jackson procurava agora reavivar a sua carreira com uma série de 50 concertos na O2 Arena de Londres, cujos bilhetes esgotaram poucas horas depois de serem postos à venda. De acordo com a imprensa norte-americana, esses ecpectáculos seriam uma espécie de pontapé de saída para uma tournée mundial de três anos e um novo álbum de originais. Além disso, Jackson tinha planos para transformar o seu mítico “Thriller” numa espécie de musical para casino, a apresentar em La Vegas e Macau.

A notícia da sua morte foi recebida com choque e consternação nos Estados Unidos — e em particular pela comunidade afro-americana que via Jackson como um emblema da cultura negra nos Estados Unidos. Minutos depois da confirmação da notícia, o reverendo Al Sharpton classificava Michael Jackson como um ícone mundial, e elogiava o seu génio musical e talento artístico, a sua generosidade e humanitarismo. “O mundo nunca deixará de escutar Michael Jackson”, declarou.

O lendário produtor Quincy Jones divulgou um comunicado lamentando a perda de Michael Jackson. “Michael tinha tudo: talento, graça, profissionalismo e dedicação. Hoje perdi o meu irmãozinho; parte da minha alma morreu com ele”.

Os fãs do artista começaram imediatamente a reunir-se nas imediações do centro médico da UCLA (onde estavam reunidos os seus irmãos) e da casa em Holmby Hills que o músico alugara recentemente, obrigando a polícia a intervir para garantir a circulação automóvel. Em Nova Iorque, Times Square tornou-se o centro das homenagens.

Muitas rádios americanas começaram a passar exclusivamente a música de Michael Jackson. A MTV recuperou os seus “telediscos” numa emissão especial. No YouTube, os vídeos de Jackson passaram a ser os mais procurados.

25.06.2009 - 22h49 Rita Siza, Washington
in, PÚBLICO

FARAV - FEIRA DE ARTESANATO DE AVEIRO


A FARAV – Feira de Artesanato de Aveiro vai realizar-se no Parque de Exposições de Aveiro de 26 de Junho a 5 de Julho de 2009. A participação de um maior número de artesãos certificados e de municípios e a estreia do Festival Nortada marcam a edição deste ano.

Organizada pela Aveiro-Expo, E.M., pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional, pela BARRICA – Associação de Artesão da Região de Aveiro e pelo Turismo Centro de Portugal, com o alto patrocínio da Câmara Municipal de Aveiro, em 2009, a FARAV comemora 30 anos e consolida o novo modelo, adoptado com sucesso há um ano, que alia o artesanato mais verdadeiro ao turismo mais qualificado.

No Pavilhão do Artesanato marcam presença 150 artesãos, exibindo artes manuais como a tecelagem, a cerâmica, a tanoaria, a pintura e os bordados, entre outras. Daqueles, 84 possuem Carta de Artesão e outros 27 efectuaram já o respectivo pedido de certificação.

No Pavilhão dos Municípios, 32 autarquias, associações de municípios e entidades de promoção turística mostram o que de melhor se faz nos seus concelhos e regiões, promovendo artesanato, sabores e destinos.

A FARAV’09 promove a primeira edição do Festival Nortada. Katia Guerreiro (27 de Junho), Carminho (2 de Julho) e Camané (4 de Julho) integram o cartaz desta primeira edição dedicada ao fado.

Os concertos estão agendados para as 22:00 horas e os bilhetes custam €5,00, €3,00 e €5,00, respectivamente, e permitem o acesso gratuito ao recinto FARAV. Os bilhetes para o I Festival Nortada podem ser adquiridos no Parque de Exposições de Aveiro a partir do dia 26 de Junho.

A FARAV inclui uma Mostra de Gastronomia Regional. Quatro restaurantes criteriosamente seleccionados e 25 Tasquinhas permitem descobrir e provar os melhores sabores. Desde os doces, passando pelos queijos e enchidos, até aos vinhos e licores confeccionados a partir das receitas mais antigas. Também não faltam o leitão e as carnes certificadas.

A FARAV’09 vai decorrer no Parque de Exposições de Aveiro de 26 de Junho a 5 de Julho e pode ser visitada no seguinte horário:

Pavilhões de Exposição:
2ª a 6ª feiras das 16h às 24h
Sábados e Domingos das 14h às 24h

Mostra de Gastronomia - Restaurantes e Tasquinhas:
2ª a 6ª feiras das 16h às 24h
Sábados e Domingos das 14h às 24h
Bilheteiras2ª a 6ª feiras das 15h às 24h
Sábados e Domingos das 13h às 24h

Bilhete FARAV:
€1,50 (entrada para duas pessoas).
Não dá acesso ao recinto Nortada

Bilhete Nortada – permite acesso gratuito ao recinto FARAV:
Katia Guerreiro (27 de Junho, 22h): €5,00
Carminho (2 de Julho, 22h): €3,00
Camané (4 de Julho): €5,00

23 de junho de 2009

MEGA AULA


Feira Internacional do Mirtilo

A 2ª Feira Internacional do Mirtilo realiza-se em Sever do Vouga, entre os dias 3 a 5 de Julho.
Embora não sendo um fruto originário da região, a zona de Sever do Vouga possui as condições necessárias para a produção do mirtilo e tem conhecido um desenvolvimento neste sector através de investimentos na produção, o que levou à necessidade de criar uma organização de produtores para garantir o escoamento do fruto, quase na totalidade destinado à exportação.

A organização do certame pretende proporcionar durante três dias um ambiente que permita a «divulgação e implementação de projectos». A feira será um momento para apresentação de casos de sucesso, um passo para a criação de uma plataforma entre Portugal, Holanda, Argentina e Uruguai, a prospecção de mercados e valorização da industrialização, em parceria com a Universidade de Aveiro.

17 de junho de 2009

A TECNOLOGIA LÍTICA NO TARDIGLACIAR DO ALGARVE

RESUMO
O trabalho aqui apresentado pretende dar continuidade ao projecto coordenado por Nuno Bicho – Ocupação Humana Paleolítica do Algarve – com início em 1998. Os objectivos primordiais eram o estabelecimento de uma cronologia para o paleolítico do Algarve e a identificação e caracterização do Paleolítico Superior e Epipaleolítico regionais.

O trabalho A Tecnologia Lítica no Tardiglaciar do Algarve pretende estudar os materiais líticos correspondentes à ocupação Magdalenense dos sítios Ponta Garcia, Vale Santo 4, Vale Boi (camada Z do abrigo, campanha de 2006 e 2007), Lagoa do Bordoal, Praia da Albandeira e Praia da Galé, com cronologia entre os 16.000 e os 9.000 BP.


Este trabalho debruça-se essencialmente sobre as questões de utilização de tecnologia referentes à produção de utensilagem lítica, tendo como objectivo principal um melhor conhecimento da utilização do espaço local e regional, bem como a integração dos sítios ao nível do Paleolítico Superior em Portugal.


Palavras-chave: Paleolítico Superior, Tardiglaciar, Algarve, Tecnologia Lítica e Tipologia Lítica.



ORIENTADOR:
Doutor Nuno Gonçalo Viana Pereira Ferreira Bicho

JÚRI: 
PRESIDENTE: - Doutor António Manuel Faustino de Carvalho, Professor Auxiliar da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve
VOGAIS:- Doutor Nuno Gonçalo Viana Pereira Ferreira Bicho, Professor Associado da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve - Doutor Francisco José Nunes da Silva e Almeida, bolseiro pós-doutoramento do Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico de Lisboa.

I'am back!

Parece que estive longe... Na verdade estive literalmente atracada ao computador estes últimos tempos!!! Sim... a bela da TESE!!! A todos os que, de uma maneira ou de outra, estiveram presentes neste meu sonho, MUITO OBRIGADA.


"The circle is now complete. When I left you, I was but the
learner; now I am the master..."

13 de janeiro de 2009

Xutos & Pontapés...

Os Xutos & Pontapés iniciam hoje as celebrações de 30 anos de carreira musical com uma festa privada no Pavilhão de Portugal, onde vão apresentar um novo "single".
A assessora de imprensa do grupo, Isabel Castano, adiantou à agência Lusa que os Xutos & Pontapés actuarão para um grupo de cerca de mil convidados que vão ter oportunidade de conhecer em primeira-mão o novo trabalho da mais emblemática banda Rock portuguesa.
Com a festa privada em Lisboa os Xutos & Pontapés iniciam as celebrações dos trinta anos de uma carreira que arrancou com um concerto nos Alunos de Apolo a 13 de Janeiro de 1979.
Zé Pedro, Tim, Kalú, João Cabeleira e Gui têm estado em estúdio a ultimar um novo álbum, que sairá em Março, cinco anos depois de "O mundo ao contrário", atestando a vitalidade de um grupo que se chegou a chamar Beijinhos e Parabéns, teve vários fôlegos, mas que se segurou no rock em português para todas as idades.
A biografia oficial dá conta de que o primeiro concerto decorreu numa festa nos Alunos de Apolo que serviu de despedida dos Faíscas, de Pedro Ayres Magalhães, e de celebração dos 25 anos do rock.
Todos na beira dos vinte anos, os Xutos e Pontapés Rock'n'Roll Band (Zé Pedro na guitarra, Tim no baixo, Kalú na bateria e Zé Lionel na voz) tocaram quatro temas em seis minutos com a fúria de quem está a começar, influenciados pelo punk e pelo rock e a sonharem ser a melhor banda do mundo.
Trinta anos depois, com a sabedoria de quem experimenta os cinquenta, o grupo trabalhou o novo álbum sem pressões, mas com a excitação de "um puto", disse Zé Pedro à agência Lusa em finais de 2008.
Olhando para trás, o percurso dos Xutos & Pontapés nem sempre foi linear. No começo dos anos 1980 deu-se a passagem fugaz de Francis como segundo guitarrista e a saída de Zé Leonel como vocalista, um lugar que viria a ser ocupado até hoje por Tim. Entraram ainda o guitarrista João Cabeleira e o saxofonista Gui, que completam a formação actual do grupo.
"Sémen" e "Toca e foge" foram os primeiros singles a sair e em 1982 lançaram o álbum "78/82", que reunia os temas feitos durante aquele período.
Fizeram o circuito alternativo em Lisboa, com passagem pelo Rock Rendez-Vous, onde gravaram o álbum "Cerco", mas o grande sucesso bateu-lhes à porta em 1987 com "Circo de Feras", e com "7 Single", que continha "A minha casinha".
No começo dos anos 1990, o grupo passou por uma crise interna, o que levou Tim a integrar os Resistência e Zé Pedro e Kalú a gerirem o Johnny Guitar, em Lisboa. Voltariam com o álbum "Dizer não de vez" em 1992.
Até 2009, ano de novo álbum, os Xutos & Pontapés fizeram dezenas de concertos, lançaram onze discos e na era do DVD registaram dois concertos em Lisboa e uma retrospectiva de carreira.
Na equação de sucesso dos Xutos & Pontapés entra ainda o público. São milhares de fãs portugueses, de diferentes gerações, que acompanham o grupo há largos anos e é para eles que a banda prepara concertos especiais, como a digressão acústica "Nesta cidade", por todo o país, ou a recente passagem pelo Pavilhão Atlântico.
O empenho foi recompensado em 2004 pelo então presidente da República Jorge Sampaio, que os agraciou comendadores da Ordem do infante D. Henrique.
Do que já está marcado para este ano para celebrar os trinta anos da banda, sabe-se que vão actuar a 06 de Fevereiro, em formato acústico, no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, e em Setembro no Estádio do Restelo, em Lisboa.
Lusa

Tintin faz 80 anos...

Foi a 10 de Janeiro de 1929 que o belga "Le Petit Vingtième" publicou a primeira prancha de Tintin, dando início a uma aventura cuja actualidade, 80 anos depois, se faz cada vez mais distante da banda desenhada.

Na primeira prancha, a preto e branco, tal como as oito aventuras que se seguiram (mais tarde, redesenhadas a cores), Tintin partia, de comboio, para o "País dos Sovietes", onde escreveria a primeira e única reportagem. Era um início marcado pela ingenuidade e pelo desenvolver do argumento ao correr dos desenhos, mas em que Hergé já revelava as qualidades - legibilidade, domínio da planificação, dinamismo do traço, construção da trama - que fariam dele um dos nomes maiores da 9ª arte.

Depois da Rússia, retratada de forma crítica e parcial, por influência do director do jornal católico que o publicou, Hergé levaria o seu herói a África e aos Estados Unidos, à América do Sul, um pouco por toda a Europa e mesmo à Lua, 20 anos antes de Armstrong. Com Tintin, construiu uma obra equilibrada e deslumbrante, traçada num primoroso estilo linha clara, tendo por principais vectores a aventura, a amizade, a lealdade e o sentido de justiça.

E que hoje permanece perfeitamente legível - e inalterada, devido à vontade expressa por Hergé - e na qual se encontram algumas obras-primas da BD. Mas que, nalguns casos, necessita de ser lida e interpretada à luz da época e do contexto em que foi criada, para evitar acusações como "racista", "defensor de maus tratos aos animais" ou "colaboracionista", que regularmente são feitas a Hergé. O caso mais recente veio, nesta semana, nas páginas do jornal "The Times", em artigo de Matthew Parris, ex-deputado britânico, intitulado "Claro que Tintin é gay. Perguntem a Milu" - o cão que acompanha o herói por todo o lado -, desmontado por estudiosos e defensores da obra de Hergé.

A venda de originais tem também feito manchetes, como em Abril passado, quando o desenho a guache que serviu de capa à primeira edição de "Tintin na América", datado de 1932, foi leiloado por 762 mil euros.

Com mais de 200 milhões de álbuns vendidos, a actualidade de Tintin a nível editorial (uma vez que o último álbum original é de 1976 e que Hergé faleceu em 1983) vem das sucessivas reedições em novas línguas e dialectos (que somam já mais de 50) e formatos, como o recente "Tout Tintin", que compila as 24 histórias num único tomo de 1694 páginas.

Isto a par do filme e da inauguração do Museu Hergé, marcada para 22 de Maio, data do 101º aniversário do nascimento do pai de Tintin. Situado em Louvain-la-Neuve, na Bélgica, foi desenhado com a forma de um prisma, quase sem ângulos rectos, que parece flutuar, pelo arquitecto francês Christian de Portzamparc.

A vontade de Steven Spielberg adaptar Tintin levou-o a conversar com Hergé sobre o assunto, tendo adquirido os direitos cinematográficos logo em 1983, adivinhando alguns a sua sombra em Indiana Jones, nomeadamente no espírito de aventura pura que percorre os filmes.

Em 2007, após acordo com os herdeiros de Hergé, Spielberg anunciou uma trilogia com actores de carne e osso, em parceria com Peter Jackson, em que o primeiro filme, dirigido por si e baseado no díptico "O segredo da Licorne"/"O Tesouro de Rackham, o terrível", estrearia em 2008. O segundo filme, dirigido por Jackson, seria baseado em "As Sete bolas de Cristal"/"O Templo do Sol", juntando-se os dois para realizar a última película, sobre "Rumo à Lua"/ "Explorando a Lua".

Só que as dificuldades para conseguir os 130 milhões de euros de financiamento para o projecto atrasaram-no sucessivamente, estando agora previsto o início das filmagens para Fevereiro e a estreia em 2010.