Translate...

13 de fevereiro de 2007

Agora...


Agora,sozinha e em lágrimas,
revejo toda a minha vida num ápice...
Num segundo todos os momentos belos
se esboroam dando asos a uma vida
repleta de medos, de mentiras,
de ódio e de raiva.
Sinto-me só!
Lá ao longe vislumbro o luar!
Da janela do meu quarto
vejo um mundo repleto de cor...

... um mundo que não é meu.
E então choro, por não o poder alcançar...