Translate...

27 de agosto de 2013

Week 33...

Esta semana começou relativamente calma. Nas aulas de preparação fizemos alguns exercícios de básculas. São exercícios que ajudam o bebé a ficar na posição certa para o parto e para além disso, as básculas em conjunto com os exercícios de respiração durante as contracções, ajudam a acelerar a dilatação. Dois dos exercícios que fizemos nas aulas foram:

Exercício 1

  • deitada de barriga para cima com os membros inferiores em flexão e as mãos nas cristas ilíacas: 
  • Inspirando lentamente alongue as costas afastando-as do chão (bacia para cima). 
  • Expirando lentamente arqueie as costas aproximando-as do chão (bacia para baixo). 

Exercício 2
  • de gatas com as mãos apoiadas no chão e braços alinhados com as ancas: 
  • Inspirando lentamente alongue as costas e olhe para o tecto (rode a bacia para fora). 
  • Expirando lentamente arqueie as costas e olhe para o umbigo (rode a bacia para dentro). 

Noutra aula (sim, são duas por semana...) falamos da anestesia epidural. Confesso que tinha uma ideia totalmente distorcida do que era. Pensei mesmo que fosse uma espécie de injecção e prontos, mas não, é todo um processo complexo que consiste na colocação de um catéter fino (e aqui deixei de achar piada... e ter um excesso de visualização...), conduzido através de uma agulha condutora, num espaço entre duas membranas: epidural e dura-máter. 

A epidural é o tipo de anestesia mais popular para aliviar as dores do parto, sendo o tipo de anestesia mais usado pelas grávidas em relação ao controlo das dores. É uma anestesia local que bloqueia a dor numa região específica do corpo. O objectivo da epidural é aliviar a dor, em vez de fazer com que se perca a sensibilidade total, tal como acontece com as anestesias locais ou gerais. Na anestesia epidural os impulsos nervosos da espinal medula inferior são bloqueados, resultando numa diminuição da sensação na parte inferior do corpo (assim esperamos...)...

Como em tudo, existem benefícios e desvantagens, é uma questão de ponderar o que mais convém a cada um... Eu por mim, maricas como sou, quantas menos dores melhor, por isso droguem-me!

Credits babycenter.com

Sem comentários: