Translate...

25 de agosto de 2015

Prague I...

Lá para meados de Julho, durante um jantar o meu Bruno vira-se para mim com cara de caso e diz:

Não aguento mais... tenho que te contar isto!
Pronto, pensei eu, foi despedido...
Mas o que é que aconteceu?
Tenho uma surpresa para ti... mas eu não consigo mais...

Hãaaaaaaa?!?!?
Já comprei a tua prenda de anos... Vamos a PRAGA!!!

E foi assim que fomos a Praga!!! Tenho o marido melhor do mundo, eu sei...

Fomos pela Czech Airlines, e a viagem daqui de Amesterdão durou pouco mais de 1h30. Do aeroporto de Praga para o centro da cidade existem várias opções, nós optamos pelo Airport Express que parava perto do nosso hotel e demorou cerca de 20 minutos. Para pernoitarmos o sr. meu marido optou (e muito bem...) pelo Hotel Century Old Town Prague do grupo Accor.


Ora Praga é a capital e a maior cidade da República Checa situada na margem do rio Vltava. Conhecida como a "cidade das cem cúpulas" e a “cidade dourada” Praga é, sem dúvida, um dos mais belos e antigos centros urbanos da Europa, uma cidade pequena e encantadora. Sobreviveu praticamente intacta à Segunda Guerra Mundial estando, contudo, sobre influência do comunismo soviético até 1989. Depois da Queda do Muro de Berlim e da sua libertação através da chamada Revolução de Veludo, Praga tornou-se num dos destinos turísticos mais apaixonantes da Europa Central. Repleta de museus, igrejas, galerias, avenidas, pontes e praças, cada novo caminho é uma nova surpresa e uma nova paisagem ainda mais espectacular do que a anterior.
Passeado por Praga...
Obecní dům - Casa Municipal...
Depois de instalados, almoçamos ali perto e seguimos para a Praça da Cidade Velha. Pelo caminho fomos vendo outros edifícios como a Torre da Pólvora, uma torre gótica pertencente às antigas portas da cidade e a Igreja de Nossa Senhora de Týn, uma igreja do séc. XIV com os seus pináculos emblemáticos de 80 metros de altura... até chegarmos ao coração histórico de Praga onde se encontra o famoso Relógio Astrológico (ora que aqui, vale a pena ir uns 10 minutos antes do relógio dar as horas porque é basicamente como se estivessem a mandar notas de 5€ da torre... a loucura!!!). 

Prašná brána - Torre da Pólvora
Staroměstské náměstí Praça da Cidade Velha
Prague orloj - Relógio Astrológico
Lá arranjamos um lugar semi à sombra, uma vez que estavam aí uns simpáticos 30, 35º... A criança já dormia e lá ficamos à espera das horas, tenho ideia que das 16h! Lá se deu as horas... as pessoas bateram palmas e nós ficamos a olhar um pro outro... Então é isto??!?!? Parece que sim...

Ora que o relógio é o centro das atenções devido à sua composição mecânica. Para decifrar todos os simbolismos dos seus dois mostradores ornamentados com sóis, luas, signos do Zodíaco, numeração romana, anjos e apóstolos, talvez seja melhor dedicar algum tempo sobre a sua simbologia enquanto se admira o relógio a fim de o perceber. De qualquer maneira valeu a pena... só porque sim!

Kostel Matky Boží před Týnem - Igreja de Nossa Senhora de Týn
Praça da Cidade Velha é uma das maiores e mais antigas da Europa, traduzindo-se num misto de arte antiga com modernidade e concentração turística para além da Praga de Segways... No seu centro encontramos a estátua de Jan HusI, que foi inaugurada em  Julho de 1915 no marco dos 500 anos da sua morte. Jan Hus foi um reformista religioso que foi queimado vivo devido às suas crenças religiosas. Ainda assim, a religião pregada por ele é hoje a mais comum do país.

Kostel svatého Františka z Assisi - Igreja de S. Francisco de Assis
Vista da Karlův most - Ponte Carlos
Fominha...
Dali seguimos para a a margem do rio Vltava. A cidade é lindíssima e vale a pena passear pelas ruas... cada canto e recanto tem detalhes maravilhosos. Por umas ruelas descobrimos um antigo mosteiro, agora uma Igreja de St. Giles, ou em checo o Kostel svatého Jiljí, com um interior lindo lindo... os retábulos eram um sonho...

As margens do rio só se uniram no Séc. XIII, com a construção da, inexistente, Ponte de Judith. Hoje, a ligação é feita pela mítica Ponte Carlos, que substituiu a anterior e é exclusivamente pedonal desde a Segunda Guerra Mundial. Junto à sua entrada (do lado da cidade velha) encontramos um Torreão, vestígios da Ponte de Judith, e a Igreja de São Francisco de Assis.  Não chegamos a passar para o outro lado, que a criança acordou cheia de fome e calor... Mas ainda caminhamos um bocado e a vista é lindíssima. 

Česká filharmonie - Filarmónica Checa
Pelas ruas...
... com os meus amores!!! 
Dali seguimos junto ao rio até ao Bairro Judeu... Foi só uma voltinha pelas ruas para aproveitar o resto do dia... Já estafadíssimos fomo-nos refrescar ao hotel e saímos para jantar. Depois de jantar, e porque o dia estava tão bonito, ainda demos mais um passeio pelas ruas... Praga é sem dúvida uma cidade linda!!!

1 comentário:

Carla Tavares disse...

Que maravilha! Uma das cidades que desejo visitar!