Translate...

25 de fevereiro de 2015

About vaccination...

Isto há coisas/teorias que me fazem muita confusão, mas eu respeito... Cada um sabe de si, e com dizia a minha bisavó, e Deus Nosso Senhor sabe de todos! Mas isto de não vacinar os miúdos tira-me do sério... Mas está toda a gente parva???

Depois de ler isto num blog novo que gosto muito, lá deixei a minha opinião sobre este assunto:
Nós moramos em Amesterdão, numa sociedade multi-cultural e bastante tolerante... Mas há uma coisa que me faz confusão... A quantidade de pessoas que não vacinas as crianças... porque patati, patatá... Não me levem a mal, e não querendo ofender ninguém, mas acho que devia de ser OBRIGATÓRIO por lei pais que não vacinasse os filhos deviam de ser julgados por homicídio involuntário... Será extremismo da minha parte? Temos que ser tolerantes e todos nos temos que respeitar, é um facto... Eu posso não compreender mas respeitar as opiniões diferentes das minhas... Agora o que eu não tolero de todo, é que a vida do meu filho fique em risco, porque um totó decidiu não vacinar o filho. Ainda aqui à uns tempos, tivemos na Holanda um surto de sarampo (ou meningite, já não me lembro bem) e andou tudo doido, por causa disso. Quer dizer já não vivemos na idade média, a informação existe e está disponível a todos...
Anónimo29 de janeiro de 2015 às 05:34
E quem não tem dinheiro para comprar? A criança é isolada? Os pais vivem com o medo constante?
Gostaria de responder só a este Anónimo, e espero que não me leve a mal. Segundo sei, em Portugal, as vacinas que estão incluídas no PNS não são pagas. Aliás, segundo sei, as crianças podem tomar essas mesmas vacinas no Centro de Saúde e fazerem aí as consultas de rotina, sem qualquer custo para os pais. Daí eu não perceber quando diz que a criança deve viver isolada e os pais em medo constante...Na verdade, e espero que não me leve a mal mais uma vez (nem as restantes das leitoras do blog), acho que em Portugal se vive na constante "necessidade" de ir ao pediatra... Consultas de 3 em 3 meses, consultas de gripes e constipações, consultas sobre se eles podem passar para o quarto deles, se podem comer o legume X ou Y, se podem usar o champô X ou Y... Sinceramente parece-me excessivo, excessivo de mais! Os pais deixaram de ter voz para se renderem à vontade/teoria do pediatra pelo qual são seguidos.Confesso que tenho saudades do nosso Sistema Nacional de Saúde. Sim, pode estar perneta e muito maltratado, pelo Estado e por NÓS, que por qualquer coisinha vamos a correr encher as salas de espera e na maioria das vezes sair de lá com uma palmadinha na costas, ou com uma constipação pior! O meu pequeno nasceu em Portugal, onde fomos sempre seguidos em exclusivo no Público, e até aos 3 meses também (sendo que na altura saímos de PT) e ficamos muito satisfeitos. Sempre que tínhamos alguma dúvida sobre amamentação ou qualquer coisa do género, ligávamos ou íamos directamente e pedíamos para falar com uma enfermeira, e sempre nos atenderam com o maior profissionalismo e o maior dos carinhos. Ainda fomos de férias no Verão passado, e liguei para tirar algumas dúvidas sobre a introdução dos sólidos (moramos na Holanda e a alimentação é bem diferente), não tinham um enfermeira disponível, mas ficaram em ligar mais tarde e assim o fizeram.As crianças não precisam de ficar isoladas e os pais também não ;)

3 comentários:

Love Adventure Happiness disse...

Aqui também há muitas vacinas incluídas no sistema nacional de saúde holandês...
E sim, concordo contigo a 200%! Meu rico sistema nacional de saúde...

Carolina Mendonça disse...

Sei que não têm a BCG, que em PT dão logo no hospital (por isso não me preocupei). Mas também já me disseram (ainda que eu não sei se é verdade ou não) que por seres de Pt e se justificares que lá vais pelo menos 2 vezes por ano, podes pedir no OKC e eles dão a vacina ao miúdo.

Mas sim... meu rico SNS... Acho quem está em Pt não tem noção... Ainda noutro dia me diziam: Ah e tal... aí só pode ser melhor, porque é um país rico! Pois sim, pagas e não bufas, és corrida a benuron e com jeitinho nem tens direito a marcar consulta se a gaja (recepcionista) achar que estás pouco doente, diz para esperares mais uma semana...

M♥M Susana disse...

Conheço o blog e quando se fala de maternidade todas as mães e pais acham que sabem... e sabem bem ou mal... uma coisa é certa nem tudo o que reluz é ouro e o sns já foi bem melhor... o Gaspar quando nasceu havia mais do que uma dose da vacina para a meningite mas quando chegou a hora de receber tinha extinguido as 3 tomas para uma dose aos 12 meses... Na mesma dei a prevenar que é para a meningite. Com o André faço o mesmo. A questão é que mesmo aplicando todas as vacinas dentro e fora do PNV não se têm garantias que sejam eficazes já que determinadas estirpes sofrem mutações e o que a vacina hoje protege, amanhã já não...(falando das fora do PNV) E depois diga-se de passagem que as que são pagas por fora são carotas como o raio, existe uma, a bexsero que para além de ter muito poucos estudos que comprovem os seus benefícios é um peso pesado na balança das familias. No entanto as vacinas do PNV acho que devem de ser administradas com o intuito de não chorarmos mais tarde sob o leite derramado...