Translate...

3 de dezembro de 2010

Escangalhar a rir...

Ora vejamos...
ESCANGALHAR (De es-+cangalho+-ar)
    verbo transitivo
    1. desmanchar; 2. desarranjar; 3. quebrar; 4. estragar; destruir
    verbo pronominal
    1. desconjuntar-se; 2. (mecanismo) deixar de funcionar

    DIA 5.º (continuação) Ora que o dia estava animado e a correr sobre rodas, ou melhor, sobre skis, trenós, renas... sei lá... O almoço hoje foi mais animado, mas por pura coincidência. O homem esqueceu-se da carteira em casa e dos tlm's, pelo que não tinha carcanhol para comer. Assim, veio-me fazer companhia... A tarde correu normal, comigo "atracada" ao computador à procura de casa para deixar o marido, porque desconfio que até arranjar casa o homem (naturalmente) não descansa, nem dorme bem! Chegou ao quarto, um cadito mais animado que no dia anterior, o que de certa forma já me tranquiliza mais um pouco. 
    Depois de uma vista de olhos por sites de aluguer de casa, lá descemos na nossa romaria nocturna para jantarmos no restaurante do hotel. Eis senão quando nos aproximamos do restaurante e damos de caras com um sem fim de gente à espera de jantar! Raios parta, não chega estarmos no fim do mundo e agora isto??? Lá perguntamos ao empregado ao que ele amavelmente nos respondeu que não sabia se ia ter mesa para nos, que a cozinha já estava cheia de pedidos, e que fechava ás 22h (eram praí 21h15) WTF??? Serio... cada vez mais gosto deste sítio... Eis senão quando a senhora nos disse: Experimentem pedir room services... Lá fomos nós para o quarto, pedimos e passado nem 15m comemos. Ora o truque aqui é: pagar mais 3.50€ pelo serviço e logo os senhores da cozinha já nos fazem comidinha.... tchannnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn. Digam lá se não é de ESCANGALHAR a rir...BESTAS!!!

    DIA 6.º Levantamos, tomamos o pequeno almoço e lá fomos novamente na demanda pelo desconhecido, numa segunda tentativa num banco. O marido pesquisou na net e encontrou um banco aqui perto que até tinha site em inglês, o que nos facilita imenso a vida. Caminho estudado, de gorro e luvas em punho, lá vamos nós. Depois de caminhar aí uns 20m (o que nem seria nada nau não fosse as condicionantes climatéricas de uns amáveis -2ºC) lá encontramos a agência. Entramos, e não estava mais nenhum cliente na agência, e volto a repetir NÃO ESTAVA MAIS NENHUM CLIENTE NA AGÊNCIA. Lá nos dirigimos ao balcão das informações, onde uma funcionaria, que estava junto de outra numa salinha (daquelas de vidro, que da para ver para dentro) ao computador (talvez a colherem morangos no farmville, sei la eu...) nos disse: que não tinham funcionários SUFICIENTES naquela agência para abrir contas e que por isso, hoje não poderiam tratar do assunto que só por marcação para a próxima semana....
    E mais umas vez meus caros, digam lá se não é de ESCANGALHAR a rir... Então eram duas funcionarias, não tinham mais ninguém para atender, mas não o podiam fazer porque não havia pessoas suficientes. Ora o que é que se deduz desta situação??? Que por terras do desconhecido, para abrir uma conta, o número de funcionários necessários será superior ou igual a três. Mas amigos, por vias das dúvidas, vão a um balcão central, com tipo cinco funcionários para ver se eles conseguem tratar do assunto... O dia ainda não acabou, por isso desconfio que as aventuras não ficam por aqui...

    5 comentários:

    Annie* disse...

    Hahahaha.. mas olha que realmente...

    -.-

    Bruno "BaKano" disse...

    Eu escangalhava-me a rir tb, não estivesse com as tripas às voltas (por causa de peidos não dados) e uma dor de cabeça chata pra caraças!

    Daniel disse...

    A propósito dessa dos peidos não dados, só me ocorre aquela parte de uma música mt conhecida: "...Soltem os prisioneiros..." lol
    Tens que começar a testar os sistemas de ventilação aí do local de trabalho, pra ver se conseguem renovar o ar de forma adequada. lol

    Andorinha disse...

    Olá Catarina, ainda tu não vista da missa a metade. By the way, o teu senhor gajo devia-me ter ouvido pq ACHO q lhe disse: na Holanda é preciso MARCAR um encontro pra tudo. PRA TUDO é preciso reservar. O truque do room service foi altamente, ah! ;)
    Beijinhos!
    Sofia

    Carolina Mendonça disse...

    @Andorinha:
    Ai senhor...
    Se ainda não vimos a missa a metade até tenho medo do que se avizinha...
    O que vale e que parece que há prai um 'tugas' fixes, que 'avoaram' há mais tempo deste nosso Portugal e dão umas dicas aos 'caloiros'...
    Bjk Sofia, e boas TUNAS

    @Daniel:
    Oh pá Oh pá, mas ele logo no primeiro dia fez questão de "experimentar o wc" queres que ele comece tb a "soltar os prisioneiros"??? Não dez ideias ao moço oh faz favor...
    Bjk